Garrafas Pet viram vassouras e cordas p/ varais

Notícia de 30/7/2013

 

O senhor Nilo Viana é um exemplo de criatividade e empreendedorismo com consciência ambiental. É dele a ideia de utilizar garrafas plásticas do tipo PET para a produção de vassouras, cordão de varal e corda para amarrar rede. Há sete anos ele criou a Incovass, no bairro da Sobral, na Baixada do Sol. Há três ele participa da Expoacre vendendo e expondo o que produz em sua pequena indústria.

No Espaço da Indústria na Feira Agropecuária, o estande da empresa de Nilo é um dos mais visitados.

“Vem gente até de São Paulo. Ontem mesmo eu vendi uma vassoura para uma mulher de São Paulo”, diz.

Muita gente visita o espaço por curiosidade. Para conhecer o processo de fabricação dos produtos, que começa pela coleta das garrafas.

 

tiozinho e vassouras de Pets

 

Nilo Viana explica que após a coleta das garrafas PET descartadas no bairro onde ele mora ou em outras regiões da cidade, os rótulos são retirados. Um equipamento prende e corta o fundo e o bico das garrafas. No passo seguinte, o plástico é desfiado em um outro suporte e os fios são enrolados. Depois disso, o produto é submetido a um choque térmico para resfriamento. A seguir, as cerdas são separadas em tufos, que são presos com grampos na base de plástico ou madeira da vassoura.

Além de ajudar a diminuir a poluição causada pelas garrafas plásticas descartadas de forma inadequada no meio ambiente, o senhor Nilo emprega cinco pessoas e através da compra das garrafas gera renda para vários coletores.

“Tenho cinco funcionários. Todo mundo registrado e legalizado e ainda tem um pessoal que vende as garrafas”, informa.

 

Fonte: Jornal Acre 24 horas

Ainda nenhum comentário.

Deixe um comentário