Materiais e Certificações

1. Há uma diferença entre os conceitos ecológico e sustentável 
 
2. Quanto ao contexto das técnicas construtivas naturais, é importante saber de suas normatizações pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas);
 
3. Atualmente, no meio urbano, se for desejada uma construção ecológica, é recomendável que esta seja de tijolo solo cimento, bambu, madeira ou que possua o telhado verde, para que possa receber o alvará de construção do órgão municipal (estas técnicas possuem normatizações ABNT). Pois caso possua outra técnica natural construtiva, além das comentadas, esta não conseguirá a obtenção deste alvará, o que significa, se for edificada, uma não conformidade com o código de obras municipal. Via de regra, é assim, salvo exceções que possam haver em algumas cidades brasileiras (das tantas que existem);    
 
4. Em relação às técnicas construtivas c/ terra (adobe, superadobe, taipa de pilão e outras) ainda não há normas específicas da ABNT. Há uma tese de mestrado, realizada em Florianópolis/SC (ano 2015) que analisa requisitos gerais de uma construção em hiperadobe (terra ensacada / paredes), baseada na norma NBR 15.575 (trata do desempenho das edificações nos tópicos segurança estrutural, confortos térmico e acústico, proteção contra incêndios, dentre outros);
 
5. Equipamentos / Sistemas de energia solar térmica possuem algumas normas técnicas, tais como as ABNT NBRs 15.569 e 15.747. E para os de energia solar fotovoltaica as NBRs 10899, 16274, 16690 e 16.149;
 
6. A ABNT publicou, em 2017, a 1° norma p/ Comunidades Sustentáveis, englobando os aspectos ambiental, econômico, social e tecnológico do urbanismo. Uma boa notícia;
 
7. Além da ABNT, existem outros órgãos certificadores de materiais de construção que oferecem garantia de qualidade, segurança e saúde aos usuários. Estes órgãos são vinculados ao INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), autarquia federal pertencente ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Neste link encontram-se mais informações destes outros certificadores;
 
8. Ainda é um pouco difícil encontrar materiais sustentáveis no mercado da construção civil. Boa parte destes ainda precisa ser adquirida através dos sites de empresas, lojas ou organizações particulares. Vale dizer que algumas destas também ministram cursos, palestras e pesquisas científicas, visando a segurança e a sustentabilidade nas edificações.

 

Seguem 2 planilhas: