Permacultura

A permacultura foi desenvolvida no começo dos anos 70 pelos australianos Bill Molison e David Holmgren, como uma síntese das culturas ancestrais sobreviventes com os conhecimentos da ciência moderna. A partir de então, passou a ser difundida na Austrália, considerando que, naquele país, a agricultura convencional já estava em decadência adiantada, mostrando sinais de degradação ambiental e perda de recursos naturais irrecuperáveis. Na verdade, em situação muito similar à do Brasil de hoje.

A palavra “permacultura” ainda não existe nos dicionários de língua portuguesa aqui no país.

Bill Molison, autor do livro “Introdução à Permacultura”, assim define esta palavra – “ Permacultura é o planejamento e a manutenção conscientes de ecossistemas agriculturalmente produtivos, que tenham a diversidade, estabilidade e resistência dos ecossistemas naturais. É a integração harmoniosa das pessoas e a paisagem, provendo alimento, energia, abrigo (arquitetura) e outras necessidades, materiais ou não, de forma sustentável”.

 

art-permacultura-img3

 

Extrair da natureza o que de melhor ela oferece (comida, energia, abrigo), de modo constante, observando e aprendendo a construir com suas formas geométricas (relevos, paisagens, árvores, ninhos de animais, etc ...), respeitando os ciclos de plantio, colheita dos alimentos e criação de animais (utilizando a rotatividade do solo), sem esgotar seus recursos naturais: eis o resumo do que é permacultura, a cultura permanente e dinâmica, que reconecta a espécie humana à natureza.

 

Ciclos da Natureza

Ciclos da Natureza

 

 

7-dominios-da-permacultura

 

No meio urbano também é possível aplicar a Permacultura, com restrições em relação
às áreas rurais, mas com alguma eficiência dentro de um contexto limitado espacial e
legislativo. Saibam mais  -  Permacultura Urbana: